domingo, 6 de abril de 2014

Piedade

Consta que na obra Pietá, do ano de 1499, uma das mais famosas de suas esculturas em mármore, o italiano Michelangelo (1475-1564) abandonou o realismo cruel da dor de Maria com o filho morto no colo. O artista buscou, na pureza da forma, sublimar a dor daquele momento com um semblante de nobre resignação e incorruptível beleza nas expressões da Mãe Dolorosa.
No Brasil, 515 anos depois da conclusão da obra de Michelangelo, no país da Copa da Fifa de 2014, o qual, dizem, tirou não sei quantos milhões de gentes da pobreza, a 'mão invísivel' da incompetência, da corrupção, da omissão e do desprezo do Estado para com seus cidadãos esculpe, diariamente, a mesma cena. Sem nenhum traço de arte ou de piedade que sirva, ao menos, de esperança ou de consolo nessa Pátria Mãe Gentil.

O filho, com os documentos na boca, segura o pai no colo enquanto espera atendimento sem ter a maca para apoiá-lo. A foto foi tirada na cidade de São Gonçalo, RJ.  (Crédito: Peter Costa, Suboficial R1, Vice-Presidente da Associação Nacional dos Militares do Brasil)
Ah... e antes que venham com aquela bazófia de “hospital padrão Fifa”: se fosse um hospital minimamente digno, já seria de humano e bom tamanho!

2 comentários:

  1. O Conselho Federal de Medicina está lançando uma campanha contra o Mais Médicos. O quadro da saúde é uma obra grotesca:
    http://portal.cfm.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=24589:apos-tres-anos-governo-conclui-apenas-11-das-acoes-em-saude&catid=3
    É mais fácil dizer que a culpa é dos médicos e do corporativismo da categoria que buscar soluções efetivas.

    ResponderExcluir
  2. Juarez é triste essa situação. Pode até não concordar, achar "pesado", já "disse" uma vez e agora reafirmo. O SUS, se parece muito com um sistema do século XIX, aquele que deixava as pessoas morrer a minguá, com todas as privações possíveis. Orquestrado na Alemanha, pelo demagogo Hitler no Partido Nacional SOCIALISTA. Sabe? Os historiadores chamam (não só eles) de Campos de Concentrações ou De Trabalho Forçado! Nesse poste, ficou claro a dor de Maria diante da perda. Na imagem abaixo (sem palavras). Agora, pegue imagens atuais das "vítimas" do SUS e compare com as do Holocausto. A semelhança é assustadora.

    ResponderExcluir